TPM - Trilha Pesada no Mosqueiro
21 a 22/05/2005 | Mosqueiro/PA
PATROCINADORES DESTE EVENTO

A ansiedade das zequinhas que iriam tomar o lugar dos pilotos era nítida. A preocupação de alguns pilotos que passariam a zequinhas também. Pela primeira vez na história do JCP a direção dos 4x4 seria entregue às mulheres. Após o briefing da trilha comandado por Rogério Politi, o comboio formado por 22 veículos partiu do Posto Jambock por volta das 8h30, rumo à Ananindeua onde entramos no ramal da Fazenda da Pirelli, hoje controlada pela Polícia Militar do Pará, que gentilmente autorizou nossa passagem. A fazenda é um local onde no passado eram cultivadas seringueiras para extração da balata, matéria prima da borracha. Trilhas fechadas e com erosões constroem uma paisagem agradável, dando a sensação de estarmos em floresta mesmo tão próximo da capital. Segundo Rogério Politi, que é veterinário, o local tem uma grande concentração de morcegos hematógafos. Ainda bem que não tivemos nenhum pescoço atacado.

Chegamos ao local conhecido como Taiassuí por volta das 13 horas, seguindo pela trilha em direção à Santa Isabel do Pará, onde encontramos nosso companheiro Nagasaka Takó, que desta vez não pode participar do evento em razão dos compromissos profissionais. Após uma parada de 5 minutos para alívio renal da tropa, em um posto de gasolina, entramos em um ramal que nos levaria para a Fazenda da Denpasa, onde uma plantação de dendê proporcionou a festa da trilha. Muita lama entre os pés de dendê fez com que muitos ficassem atolados. Após ficarmos na farra da lama, onde as pilotos fizeram bonito, não deixando absolutamente nada a desejar na condução dos jipes, por volta das 17hs tomamos rumo a Mosqueiro, com uma parada em um balneário localizado na estrada da Maurícia. Ali, nosso companheiro Tonico foi ferrado por um animal desconhecido dentro do igarapé. Dizem alguns que foi uma arraia, outros um peixe, e houve até mesmo que dissesse que foi um beijo da boiúna. A verdade é que após uma avaliação do CoroNelson e da Celeste, médicos, foi recomendado que ele voltasse para Belém para ser melhor atendido, mesmo tendo sido considerado sem gravidade.

Chegamos ao Hotel Fazenda Paraíso, encontrando Vivi e Ivanete, que nos aguardavam para curtir uma noite agradável, rindo e contando os causos do dia. O hotel conta com uma excelente estrutura, sendo um local muito agradável para passar um final de semana com a família. Quem não o conhece, irá se surpreender com o conforto e a hospitalidade que oferece. Ainda tivemos a surpresa de Nelson e Trícia, mais Valdécio, Dani, Franklim e Andreza, que participaram do Rallye do Grão Pará, além de Jefferson e Sheyla, que foram até o Paraíso especialmente para passar alguns momentos conosco. No domingo, o dia era de total relax. Depois de curtir os encantos do paraíso, tivemos que voltar a Belém, para podermos começar a planejar nossa próxima aventura.

Este evento teve a participação de 21 jipes, pilotados por 15 sócios e 6 convidados, com a companhia de 20 zequinhas.
Piloto Zequinhas Veículo
Renata Antonio Roda
Catarina Tonico Manuel O Audaz - Toyota Bandeirantes
Edi Gilberto Duelo, Edi, Grégory Duelo II - Land Rover Defender 110
Celeste Érika, Yuri, Hérycles Pathifa - Nissan Pathfinder
Márcia Diou Adriana, Neto Nave - Toyota Bandeirantes
Alcina Tavinho Boto I - Toyota Bandeirantes
Ana Irene Samuel, Iran, Iran Neto Brutus III - Land Rover Defender 110
Paulinha Rubinho Canabrava - Jeep Willys CJ5
Thays Ewerton Sapo - Jeep Willys CJ5
Carlos Marra Vânia Brucutu - Land Rover Defender 90
David
Marcelino Brabo - Land Rover Defender 90
Magaiver Cida, Renato Jamanta - Willys F-75
Mario Tadeu Nonato Pouco Mau !!! - Land Rover Defender 110
Rogério Politi Pit Bull - Jeep Willys CJ5
Convidados
Cariri Jambú - Jeep Willys CJ5
Tony Couceiro Otávio, Arthur 110B - Land Rover Defender 110
Rufino Neto Camaleão - Jeep Willys CJ5
Adriana Bernardes, Felipe, Luciana
Coronelson Periquitão - Land Rover Defender 110
Magna Diou Frontier - Nissan Frontier

FOTOS DESTE EVENTO